BrasíliaCidades do Entorno

Secretária Nacional de Assistência Social Maria Yvelonia faz balanço das principais ações 2021

Segundo a secretária Maria Yvelinia ``entre as ações o auxílio inclusão, entrega de veículos para os Municípios por meio do programa de mobilidade MOBSUAS. Prestação de serviços de emergência .

Da Redação: Vicente Barreto

O balanço realizado foi feito pela (SNAS) que  faz a gestão da Política Nacional de Assistência Social e do Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS). Também garante o funcionamento do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) e implementa programas, benefícios e serviços da rede de proteção social.

O Sistema Único de Assistência Social (SUAS), presente em todo o Brasil, garante a proteção social aos cidadãos, à comunidade no enfrentamento de suas dificuldades, por meio de serviços, benefícios, programas e projetos.

Segundo a secretária Maria Yvelinia “entre as ações o auxílio inclusão, entrega de veículos para os Municípios por meio do programa de mobilidade MOBSUAS. Prestação de serviços de emergência   aos Municípios atingidos pelas chuvas em estado de calamidade, a Secretaria fez um levantamento e registros diários dos municípios afetados e mapeamento das pessoas desabrigadas e desalojadas´´.

Feito o Monitoramento de 39 municípios da Bahia e 64 Municípios de Minas Gerais, monitorados os dados qualificados de 31 municípios da Bahia – 17 apresentam demanda de serviço de acolhimento os dados qualificados de sete municípios de Minas Gerais – cinco apresentam demanda de serviço de acolhimento. Municípios que demandaram alojamento provisório com solicitação de apoio ao governo federal.

Fizemos apoio técnico aos trabalhadores da Assistência Social e garantiu um atendimento de excelência a população, a assistência Social oferta serviços para fortalecer as famílias e desenvolver sua autonomia, apoiando-as para que superem eventuais dificuldades e acessem os direitos sociais, evitando o rompimento de laços. Também apoia o fortalecimento da comunidade, incentiva a mobilização e oferta benefícios e abrigos, garantindo a sobrevivência em momentos críticos.

Além disso, trabalha em parceria com outras políticas públicas e encaminha os cidadãos a outros órgãos quando as situações enfrentadas não podem ser resolvidas somente pela assistência social, como nos casos que envolvem desemprego, violência, doenças, acesso à educação, saneamento básico, moradia, entre outros.

As políticas da Secretaria é um direito de todo cidadão que dela necessitar. Ela está organizada por meio do Sistema Único de Assistência Social (Suas), presente em todo o Brasil.

Seu objetivo garantir a proteção social aos cidadãos, ou seja, apoio a indivíduos, famílias e à comunidade no enfrentamento de suas dificuldades, por meio de serviços, benefícios, programas e projetos. Com um modelo de gestão participativa, o Suas articula os esforços e os recursos dos municípios, estados e União para a execução e o financiamento da Política Nacional de Assistência Social.

 Sua rede de Atendimento

CRAS – Centro de Referência de Assistência Social;
CREIAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social;
Centro POP – Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua;
Centro-Dia de Referência para Pessoa com Deficiência e suas Famílias;
Unidades de Acolhimento – Casa Lar, Abrigo Institucional, República, Residência Inclusiva, Casa de Passagem

Benefícios assistenciais

Os benefícios assistenciais fazem parte da política de Assistência Social e são um direito do cidadão e dever do Estado. Esses benefícios são divididos em duas modalidades: o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) e os Benefícios Eventuais. Além deles, a política contempla ainda a Carteira do Idoso, documento que garante à pessoa idosa acesso a passagens interestaduais nos transportes rodoviário, ferroviário e aquaviário gratuitas ou com desconto de, no mínimo, 50%, de acordo com o Estatuto do Idoso.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo